"Não se conhece o homem por sua animação, mais pela quantidade de sofrimento verdadeiro que ele é capaz de suportar!..." (Charles Thomas Studd)

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Fazendo de sua esposa uma rainha.

http://sheimonphn.blogspot.com


Por Pr Ismael


" E o rei amou a Ester mais do que a todas as mulheres e ela alcançou perante ele graça e benevolência mais do que todas as virgens, e pôs a coroa real na sua cabeça e fez dela rainha.”(Ester 2:17.)

O rei encontrou uma mulher maravilhosa para se casar, e logo entendeu que haveria algumas coisas que ela mereceria receber dele, até por uma questão de direito.

Ele encontrou um tesouro e não é sem razão que Salomão disse um dia: “Como é difícil encontrar uma boa esposa! Ela vale mais do que pedras preciosas! (Provérbios 31:10).

Ester era fabulosa em beleza,valor e estatura moral.

Nossa!! Quantas mulheres da estirpe de Ester estão esperando que o seu rei a coroe de honra e a trate com carinho, fazendo de si uma verdadeira rainha.

Ela não era um anjo, mas certamente veio do céu, confirmando o que o mesmo Salomão disse : “A casa e os bens vêm como herança dos pais; mas do SENHOR, a esposa prudente.Pv.19:14.

A coroa era um direito dela, uma posição diante dele, mas ele foi além da obrigação, usou de graça e de bondade para com ela.

Sabe o que é isso? É tratar bem a esposa mesmo nos momentos em que entenda que ela não esteja merecendo, mesmo quando não concordamos com tudo o que ela faz.

Este rei foi além, ele amou a Ester com intensidade e com profundidade, mais do que todas as outras mulheres que ele poderia amar. E não eram poucas e eram lindas.

O bonito do amor conjugal é a sua exclusividade, é você se sentir pertencente a alguém especial. É olhar do lado e saber que tem quem se importe e quer o teu bem. E é muito bom ter alguém especial, alguém com quem partilhar sonhos, alguém para estar ao seu lado quando amanhece o dia e há uma luta lá fora.

Quando penso nisso, vejo o quanto é importante a gente procurar ser merecedor do amor e dos cuidados do outro.

É preciso ser realmente um “achado” para a vida do outro. E daí, meu caro leitor, você é um “achado” para o seu cônjuge?

O marido de Provérbios 31:28 declara para sua esposa que existem muitas mulheres maravilhosas sobre a face da terra, mas que para ele, ela é incomparável.

E o rei usou de benevolência, isto é bondade. Bondade traduzidas em gentilezas,cuidado, carinho na forma de falar,e suprimento nas necessidades surgidas.
Ele honrou Ester, sua esposa, deu-lhe um lugar de destaque em sua vida.Ela se tornou a número um, uma prioridade. Ele a acolheu não só ali na sala do trono, mas no íntimo do seu coração.Ela foi aceita por ele, foi recebida em amor.

É isso que a esposa espera de seu marido. Poder estar ao seu lado nas decisões importantes, ser reconhecida como pessoa de valor, um sonho que permeia mentes e corações femininos.

O grande desafio para um bom marido é fazer de sua esposa uma rainha, amando-a com exclusividade e se relacionando com ela com bondade e graça, mesmo quando as coisas não estiverem do jeito que arquitetou nos seus pensamentos,  pois graça é isso, não há mérito, nem mesmo justiça, mas amor.

Antes de fazer dela uma rainha, é preciso ser um rei, com tudo o que se encontra no imaginário popular de uma figura assim, ou seja, justiça, bondade, paz, provisão, e proteção.

Se você se um rei, se você reina em sua casa, então, ela tem que ser honrada como tua rainha. A coroa lhe cai muito bem. Experimente..., faça..., dispõe-te.

Nenhum comentário:

Postar um comentário