"Não se conhece o homem por sua animação, mais pela quantidade de sofrimento verdadeiro que ele é capaz de suportar!..." (Charles Thomas Studd)

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

O QUE TODA ESPOSA ESPERA DO MARIDO

http://sheimonphn.blogspot.com


O que toda esposa era do marido?

O QUE TODA ESPOSA ESPERA DO MARIDO:
Pr. Josué Gonçalves

1.      Ser amada sacrificialmente (Gn 29:20; Et 2:17; Ct 8:7; Cl 3:19; 1 Sm 1:1-18). Para Elcana e Ana, amar era dar além do esperado; não mudar mesmo recebendo aquém do desejado; ser para quem se ama melhor do que o mais sonhado e ser solidário e compreendido quando necessitado. São essenciais à estrutura psicológica e ao funcionamento social do lar atenção personalizada, carinho, cavalheirismo, paciência, tato e compreensão. O homem deve estar atento quando a mulher está sobrecarregada psicologicamente (gravidez, doença, ciclo menstrual, filhos pequenos etc.)

2.     Intimidade - Espírito, alma e corpo . É possível estarem juntos e não terem intimidade? O egoísmo é provavelmente a maior ameaça à unidade do casal. Ser egoísta é buscar realização pessoal deixando o cônjuge de fora. Uma ilusão bastante comum é que marido e mulher podem obter sucesso independentemente um do outro e ainda ter um casamento bom.Outro fator de isolacionismo são problemas não superados.

É possível praticar o ato sexual sem intimidade? Precisamos pensar em intimidade como algo que vai além de sexo e sexualidade. Intimidade é um processo gradual, é um crescimento que se dá na proporção que o casal vai se conhecendo, se descobrindo, amadurecendo como agentes de bênçãos um para o outro. Intimidadea

3.     Diálogo que os mantenha conectados (Tg 1:19; Pv 12:25; 15:23; ). Falar, ouvir e compreender.

4.     Que o marido assuma o comando da vida no lar, seja o cabeça (1 Co 11:3; Ef 5:23). Toda esposa espera que o marido seja o comandante.

5.     Que o marido exerça o papel de profeta e sacerdote (Jó 1:5; Dt 6:1-9). Culto doméstico, leitura da Palavra de Deus, Louvor e comunhão.

6.     Que o marido propicie serenidade na correção dos filhos com amor (Ef 6:4). A disciplina só é compreendida como um ato de amor quando é aplicado com equilíbrio.

7.     Que marido supra as necessidades financeiras (Sl 128:2). A ociosidade é o sepultamento do homem vivo.

8.     Que marido proteja a família. (Cordeiro - como amante e Leão - como protetor).

9.     Que marido assuma a liderança moral do lar. A força moral do chefe da família impõe o respeito e a fibra com que os filhos tecerão a estrutura de uma personalidade segura e tranqüila. A moral de uma família demanda a inspiração transmitida a todos da casa pela firmeza de caráter e seriedade do homem que, com seu exemplo e sua vida constrói sua casa, seu nome e sua honra.


Nenhum comentário:

Postar um comentário