"Não se conhece o homem por sua animação, mais pela quantidade de sofrimento verdadeiro que ele é capaz de suportar!..." (Charles Thomas Studd)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Responsabilidade de tratar o caráter do discípulo.

http://sheimonphn.blogspot.com


Responsabilidade de tratar o caráter do discípulo





Temos aqui um tema com duas vertentes: uma, a consolidação e a outra, o caráter do discípulo. Vamos então, definir tanto uma quanto a outra.

1. Consolidação

O Dicionário Aurélio simplesmente define consolidação como "ato de tornar sólido, seguro". O Pr. Cesar Castellanos define consolidação desta forma: "processo eficaz para formar discípulos; etapa na qual o novo convertido reafirma sua decisão pessoal por Jesus Cristo. A consolidação de êxito começa mediante o cuidado que se é dedicado ao novo convertido desde o momento da sua entrega".

O livro "A Escada de Sucesso" traz uma definição clara, objetiva e inequívoca: "consolidação é o cuidado e a atenção que devemos dispensar ao novo crente para reproduzir nele o caráter de Cristo e, conseqüentemente, sua vida cumprir o propósito de Deus: dar fruto que permaneça". Sinto que não posso esconder uma pérola que nos foi entregue no Congresso de Consolidação do ano passado pela Pra. Mariza Rodrigues: "consolidação é apresentar filhos bem criados para Deus".

Como eu daria minha definição pessoal com tantas definições tão importantes? Eu diria assim: consolidação é o ato de tomar um novo crente como se fosse filho e cuidar bem dele com toda atenção, imprimindo o caráter de Cristo nele, fazendo-o produzir frutos que permaneçam para a glória de Deus.

2. Caráter do discípulo

Mais uma vez observando o Aurélio, vemos a definição para caráter como "qualidade inerente a uma pessoa; o modo de ser, sentir e agir de um indivíduo". Os livros de Educação, Moral e Cívica dizem que caráter é "o elemento que nos individualiza dando a cada um características próprias".
Quando falamos de caráter do discípulo, falamos de características que ele possui e serão enriquecidas com os princípios da Palavra e outras que serão geradas por esta mesma Palavra, considerando que o discípulo será sempre aquela pessoa que está aos pés do seu mestre/discipulador para ser ensinado, formado e treinado.

O que podemos dizer então sobre consolidação e o caráter do discípulo é que na consolidação, o consolidador/discipulador tem a responsabilidade de trabalhar o caráter do consolidando/discípulo com o objetivo de imprimir nele o caráter de Cristo. Mas, como isso é possível? Vejamos três passos importantes para consolidar e forjar o caráter de Cristo no discípulo:

1. Levar o novo crente a aprender a viver a vida cristã não por emoção apenas, mas por convicção para que não desfaleça e não retroceda. Visa formar o caráter de Jesus nesse novo discípulo, firmá-lo na fé e lançar firmes fundamentos para o seu pleno desenvolvimento como um líder frutífero que haverá também de se reproduzir.

2. Pagar o preço de fazer consolidação e de ser consolidador de êxito. O processo de consolidação é iniciado logo após o novo convertido fazer sua decisão por Cristo e prossegue agora através de várias ações, objetivando a solidificação da obra redentora de Cristo na vida do novo crente. Lembrando que consolidação é o cuidado e a atenção que devemos dispensar ao novo crente para reproduzir nele o caráter de Cristo e, conseqüentemente, sua vida cumprir o propósito de Deus: dar fruto que permaneça.

3. Formar o caráter através da Palavra de Deus. "Eu lhes tenho dado a tua palavra, e o mundo os odiou, porque eles não são do mundo, como também eu não sou."(Jo. 17:14). Todo o novo crente vai receber o ataque do mundo, a incompreensão da família, amigos e conhecidos. Essas pessoas se levantam contra o crente aborrecendo-o e menosprezando-o. Para vencer estes ataques, é necessário que o novo crente esteja fortalecido na Palavra e processando o seu caráter. Compete ao consolidador/discipulador ensinar-lhe que não mais pertence ao mundo e que não pode deixar-se afetar pelos ataques do inimigo.

Concluímos, então, que a convicção da vida cristã, pagar o preço e a formação do caráter através da Palavra de Deus são elementos de fundamental importância para uma consolidação de êxito e uma boa formação do caráter de Cristo no discípulo.

- Prs. Marcel e Joice Alexandre -


Nenhum comentário:

Postar um comentário