"Não se conhece o homem por sua animação, mais pela quantidade de sofrimento verdadeiro que ele é capaz de suportar!..." (Charles Thomas Studd)

quinta-feira, 4 de março de 2010

QUAL O MÍNIMO QUE DEUS ESPERA PARA REALIZAR O MÁXIMO

http://sheimonphn.blogspot.com


QUAL O MÍNIMO QUE DEUS ESPERA PARA REALIZAR O MÁXIMO
Atos 12.1-25

Introdução
Tenho uma mensagem para compartilhar: Qual o mínimo que Deus espera para realizar o máximo?
A primeira igreja que existiu, estava num grande avivamento e isso incomodou o governo da época.

Na época, reinava Herodes Agripa, neto daquele outro Herodes, o Grande, que tentou matar Jesus ainda bebê.

Herodes representa Satanás: ele perseguia a Igreja... o avô tentou matar Jesus, o seu filho assassinou João Batista e agora, esse Herodes Agripa, havia matado a Tiago por decapitação e havia prendido a Pedro... e ele haveria de matar Pedro, se conforme lemos no v.5, a Igreja não tivesse agido conforme Deus esperava.
Foi algo sobrenatural, no v.6, lemos que na véspera de ser apresentado ao povo, Pedro estava dormindo, com duas correntes, entre dois soldados e vigiado por guardas no portão da cadeia, quando de repente, v.7, apareceu um anjo, que acordou Pedro e disse pra ele: "Aperte o cinto, amarre as sandálias... ponha a capa e venha comigo!" ...ele estava liberto! Oh! Glória!

Foi o máximo! Então, QUAL O MÍNIMO QUE DEUS ESPERA PARA REALIZAR O MÁXIMO?

...considerando este texto, eu aprendo que:
I - DEUS ESPERA QUE NÓS OREMOS CONTINUAMENTE
O v.5 informa que Pedro estava preso e era vigiado, e que a igreja continuava em oração fervorosa, clamorosa, por ele.
As vitórias da Igreja estão intimamente ligadas a uma vida de oração; no passado foi assim e continua sendo.

Pedro somente foi liberto da prisão, esse verso revela, por causa da oração da Igreja!

Também foi pela oração da Igreja que, Herodes Agripa, o instrumento de satanás, foi morto pelo poder de Deus. Lemos no v.23: um anjo do Senhor feriu Herodes... e ele morreu e ele foi comido por vermes.

Para Deus fazer o máximo, o mínimo esperado por Ele, é que Sua Igreja ore continuamente.
Irmãos, precisamos fazer um movimento de oração na Igreja... precisamos buscar um lugar, reunir o povo de Deus para uma vigília, reunir a Igreja da cidade, cada expressão da igreja, cada ministério, cada congregação... e ORAR!

...nesse texto, eu também aprendo que:
II - O SENHOR ESPERA QUE FAÇAMOS A NOSSA PARTE
Observe o v.8: "Aperte o cinto e amarre as sandálias! - disse o anjo. E Pedro fez o que o anjo mandou".
Deus enviou o anjo lá na prisão para libertar Pedro... o anjo fez o que lhe competia fazer: ele acordou Pedro, soltou as correntes dos pés de Pedro e das mãos de Pedro, e abriu os portões para Pedro...

Mas, teve um momento, que o anjo disse pra Pedro: "Agora faça a sua parte: Levante-se, calce as sandálias, pegue sua capa e venha comigo!"

Deus tinha feito a parte dEle, através do anjo que foi enviado, mas se Pedro não fizesse a parte dele, ficaria lá na prisão e teria sido morto na manhã seguinte.

Naamã, chefe do exército da Síria, sofria de lepra, e para ser curado teve de fazer a sua parte: mergulhar no Rio Jordão 7 vezes (1 Reis 5.14).
No Evangelho de Marcos (5.25-34), lemos de uma mulher que foi curada de hemorragia crônica porque teve coragem de fazer a parte dela: sair da sua casa, vencer todos os obstáculos e tocar em Jesus.

No livro de Atos, lemos que o Espírito Santo veio sobre os discípulos, conforme a promessa de Jesus em Jerusalém... contudo, eles tiveram que fazer a parte deles: permanecer no Cenáculo, orando até que a promessa se cumprisse.

Irmãos, O reino de Deus será estabelecido em nossa cidade se a Igreja de Jesus na cidade fizer a sua parte.

É O MÍNIMO QUE DEUS ESPERA PARA REALIZAR O MÁXIMO!

...e eu aprendo também isto:
III - DEUS QUER QUE ACREDITEMOS NO MOVER DO SEU ESPÍRITO
Porque no v.13-17, lemos: "Ele bateu na porta da frente, e a empregada, que se chamava Rode, foi ver quem era. 14 Quando reconheceu a voz de Pedro, ficou tão contente, que, em vez de abrir a porta, voltou correndo para contar que Pedro estava lá fora. 15 Então eles disseram: -Você está maluca! Porém ela insistiu que era verdade. Aí eles disseram: -É o anjo dele! 16 Enquanto isso, Pedro continuava batendo. Finalmente eles abriram a porta e, quando viram que era Pedro mesmo, ficaram muito assustados. 17 Ele fez um sinal com a mão para que ficassem quietos e contou como o Senhor o tinha tirado da prisão. -Contem isso a Tiago e aos outros irmãos! -disse ele. Em seguida saiu dali e foi para outro lugar".
A incredulidade é um dos maiores problemas do mundo e da igreja também.

Veja isto: Pedro foi preso e a igreja orava, orava repetidas vezes porque "orava continuamente", mas quando Deus libertou Pedro, a igreja teve dificuldade para crer e disse, veja o v.15: "É o anjo dele" - o anjo da guarda desempregado, porque Pedro morreu e agora o anjo tá aí, sozinho...

Mas a Bíblia ensina que se nós buscarmos a Deus corretamente, Ele nos atenderá prontamente! O profeta Isaías (Is 59.1) declarou isto: "Eis que a mão do SENHOR não está encolhida, para que não possa salvar; nem o seu ouvido, agravado, para não poder ouvir". Aleluia!

Se queremos receber o máximo de Deus, temos que acreditar que Deus vai honrar a nossa fé... Ele vai ouvir nossa oração!
Se crermos veremos a glória de Deus... em nossa vida, em nosso ministério, em nossa comunidade!

Conclusão
Mas QUAL O MÍNIMO QUE DEUS ESPERA PARA REALIZAR O MÁXIMO?
É que nós oremos continuamente;
É que nós façamos a nossa parte;
É que nós acreditemos no mover de Deus.

Irmãos, o máximo de Deus na nossa vida e ministérios, depende de uma vida de oração, de trabalho e de fé.
Eu quero o máximo de Deus!

Pr. Walter Pacheco da Silveira - Palavra ministrada a pastores da cidade, em 17 de Junho de 2005 (adaptada de material de Roberto Vaz).

Nenhum comentário:

Postar um comentário